fbpx

O que é Marketing? O Guia Definitivo do Marketing 2020

O que é Marketing? O Guia Definitivo do Marketing 2020

Marketing se refere a atividades realizadas por uma empresa para promover a compra ou venda de um produto ou serviço. O marketing inclui publicidade, venda e entrega de produtos a consumidores ou outras empresas.

Compreendendo o Marketing

O marketing como disciplina envolve todas as ações que uma empresa realiza para atrair clientes e manter relacionamentos com eles. A rede com clientes em potencial ou antigos também faz parte do trabalho, incluindo escrever e-mails de agradecimento, retornar chamadas e e-mails rapidamente e reunir-se com clientes eu reuniões presenciais ou on-line.

Na sua definição mais básica, o marketing procura combinar os produtos e serviços de uma empresa com os clientes que desejam acessar esses produtos. A correspondência do produto com o cliente garante a lucratividade.

[Importante: Marketing refere-se a quaisquer atividades realizadas por uma empresa para promover a compra ou venda de um serviço.]

O marketing moderno começou nos anos 50, quando as pessoas começaram a usar mais do que apenas a mídia impressa para endossar um produto. Quando a TV – e logo a Internet – entrava nas residências, os profissionais de marketing podiam realizar campanhas inteiras em várias plataformas. E como você pode esperar, nos últimos 70 anos, os profissionais de marketing se tornaram cada vez mais importantes para ajustar como uma empresa vende um produto aos consumidores para otimizar o sucesso.

Hoje, existem literalmente dezenas de lugares em que se pode realizar uma campanha de marketing – onde se faz isso no século XXI?

Tipos de Marketing

O local em que suas campanhas de marketing vivem depende inteiramente de onde seus clientes passam o tempo. Cabe a você realizar uma pesquisa de mercado que determine quais tipos de marketing – e qual mix de ferramentas dentro de cada tipo – é melhor para a construção de sua marca. Aqui estão vários tipos de marketing que são relevantes hoje, alguns dos quais resistiram ao teste do tempo:

Marketing na Internet:  inspirado em uma campanha de produtos que ocorreu on-line, a própria ideia de estar presente na Internet por razões comerciais é um tipo de marketing por si só.

Otimização para Sites de Buscas: “SEO” abreviado, é o processo de otimizar o conteúdo de um site para que ele apareça nos resultados do mecanismo de pesquisa. É usado pelos profissionais de marketing para atrair pessoas que realizam pesquisas que sugerem que estão interessadas em aprender sobre um determinado setor.

Marketing de blog: os blogs não são mais exclusivos para o escritor individual. As marcas agora publicam blogs para escrever sobre seu setor e estimular o interesse de clientes em potencial que navegam na Internet em busca de informações.

Marketing nas Redes Sociais: as empresas podem usar o Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn e redes sociais semelhantes para criar impressões sobre o público ao longo do tempo.

Marketing de impressão: à medida que os jornais e as revistas melhoram a compreensão de quem assina seu material impresso, as empresas continuam patrocinando artigos, fotografias e conteúdo semelhante nas publicações que seus clientes estão lendo.

Marketing nos mecanismos de pesquisa: esse tipo de marketing é um pouco diferente do SEO, descrito acima. Agora, as empresas podem pagar um mecanismo de pesquisa para colocar links nas páginas de seu índice que obtêm alta exposição ao seu público. (É um conceito chamado “pagamento por clique” – mostrarei um exemplo disso na próxima seção).

Marketing de vídeo: embora existissem apenas comerciais, os profissionais de marketing agora investem dinheiro na criação e publicação de todos os tipos de vídeos que entretêm e educam seus principais clientes.

O marketing envolve desenvolvimento de produtos, pesquisa de mercado, distribuição de produtos, estratégia de vendas, relações públicas e suporte ao cliente. O marketing é necessário em todas as etapas da jornada de vendas de uma empresa e pode usar inúmeras plataformas, canais de mídia social e equipes de sua organização para identificar seu público, comunicar-se com ele, amplificar sua voz e criar lealdade à marca ao longo do tempo.

Por outro lado, a publicidade é apenas um componente do marketing. É um esforço estratégico, geralmente pago, para espalhar a consciência de um produto ou serviço como parte das metas mais específicas descritas acima. Simplificando, não é o único método usado pelos profissionais de marketing para vender um produto.

Digamos que uma empresa esteja lançando um produto totalmente novo e deseje criar uma campanha promovendo esse produto para sua base de clientes. Os canais de escolha desta empresa são o Facebook, Instagram, Google e o site da empresa. Ele usa todos esses espaços para apoiar suas várias campanhas a cada trimestre e gerar leads por meio dessas campanhas.

Para transmitir o lançamento de seu novo produto, publica um guia do produto para download em seu site, publica um vídeo no Instagram demonstrando seu novo produto e investe em uma série de resultados de pesquisa patrocinados no Google direcionando o tráfego para uma nova página de produto em seu site.

Agora, quais das decisões acima foram de marketing e quais foram de publicidade?

A publicidade ocorreu no Instagram e no Google . O Instagram geralmente não é um canal de publicidade, mas quando usado para branding (marca), você pode desenvolver uma base de seguidores preparada para um anúncio suave do produto de vez em quando. O Google foi definitivamente usado para publicidade neste exemplo; a empresa pagou pelo espaço no Google – um programa conhecido como pay-per-click (PPC) – no qual direciona o tráfego para uma página específica focada em seu produto. Um anúncio online clássico.

Onde o marketing ocorreu? Essa foi uma pergunta um pouco complicada, pois o marketing era todo o processo . Ao alinhar o Instagram, o Google e seu próprio site em torno de uma iniciativa focada no cliente, a empresa realizou uma campanha de marketing em três partes que identificou seu público, criou uma mensagem para esse público e a distribuiu por todo o setor para maximizar seu impacto.

Como o marketing pode impulsionar as vendas em empresas de pequeno porte

Os 4 Ps do marketing devem pautar estratégias

Para ser eficiente e conquistar os resultados esperados, a estratégia de marketing deve ter como base quatro pilares táticos: os “4 Ps”, que são definidos para cada segmento-alvo de serviços da microempresa.

Os 4Ps são:

  • preço, que deve ser estabelecido de acordo com a projeção de lucro e os valores praticados pela concorrência e incluir políticas de descontos e parcelamentos;
  • praça, que diz respeito à distribuição do produto/serviço, ou seja, aos locais em que são encontrados e/ou comercializados. Nesse ponto, é importante que o acesso do público ao produto ou serviço seja simples;
  • promoção, ou seja, o modo como o produto é mostrado para o público, seja via publicidade, ações de relações públicas ou de assessoria de imprensa, via marketing digital etc.;
  • produto, que deve suprir as expectativas de função, design e qualidade criadas no momento da promoção.

Todos esses fatores devem ser considerados na hora de vender um produto, porque afetam a percepção do cliente sobre a empresa e, por isso, precisam ser planejados a fim de melhorar a experiência de compra, pois um consumidor frustrado raramente dá uma segunda chance à marca.

Conheça alguns tipos de marketing e escolha os que mais se adequam às necessidades de sua empresa:

Embora as ações para promover um produto, um serviço ou uma marca, sejam ações de marketing, não há somente um modelo e sim uma gama de divisões com características e métodos próprios, que fazem a diferença na hora de atingir seus objetivos e que podem ser combinadas para ampliar os resultados de microempresas.

  • Inbound marketing

Também chamado de marketing de atração, consiste na produção e distribuição de conteúdos (marketing de conteúdo) que despertam a atenção do cliente, fazendo com que o público-alvo encontre a marca, e não o contrário. No inbound marketing, a tática é criar o desejo no potencial-consumidor.

Por exemplo, uma microempresa de bolos para festas pode criar um blog em que posta assuntos relacionados ao mundo da confeitaria e da organização de eventos, assim, pessoas que buscam por esses temas encontram a empresa através desses conteúdos.

  • Outbound marketing

O outbound marketing é um método contrário do inbound, pois consiste em realizar abordagens ativas para atingir o público-alvo, e isso inclui o uso de diferentes meios, como banners e anúncios nos mais diversos veículos de comunicação. Nesse caso, é preciso segmentar o público, para não tornar a estratégia inoportuna às pessoas.

  • Marketing digital

Marketing digital envolve inúmeras estratégias utilizadas em meios eletrônicos, entre elas o inbound e o outbound marketing.

As ações podem ser realizadas em sites e blogs da empresa; através de e-mail marketing; com a criação a distribuição de materiais educativos (e-Books e infográficos, por exemplo) para ler on-line ou baixar em troca de algum contato do cliente; e até em redes sociais.

Ações que criam engajamento e estreitam a relação com o público são especialmente importantes nesse meio.

Seja qual for o porte da empresa, é importante que ela mantenha ao menos uma estratégia de marketing digital.

  • Marketing social

Consiste em assumir posicionamentos diante de questões ambientais e sociais e se engajar em determinados assuntos. Isso não quer dizer que se deve criar polêmicas, e sim de defender a visão e as ações da empresa de acordo com seus valores.

Por exemplo, uma empresa que gera resíduos que não devem ser descartados em lixo comum e se mostra preocupada com o futuro do planeta, como uma loja que vende lâmpadas, deve investir em logística reversa e absorver esse ruído, comprometendo-se a dar o destino adequado ao produto. Essa ação pode ser usada como marketing a favor da empresa.

Além desses, há inúmeros outros tipos de estratégias, como endomarketing, marketing direto e indireto; marketing pessoal; marketing de produto; marketing de relacionamento e marketing multinível.

Embora não seja um “bicho de sete cabeças”, para dominar as técnicas do marketing é preciso dedicação, estudo e atualização constante. No entanto, ninguém precisa ser expert no assunto para criar uma estratégia eficiente. Empresários de pequeno porte e microemprededores individuais (MEIs) podem – e devem! – conhecer algumas técnicas simples que trazem excelentes resultados aos negócios.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *